domingo, 17 de maio de 2009

Se as coisas fossem mães.

SE AS COISAS FOSSEM MÃES
De Poet Ha, Abilio Machado. (oficineiro)
Baseado no texto de Sylvia Orthof.


(Entram várias crianças brincando, algumas de roda e esconde-esconde... Parece ser um quintal, com varal e algumas peças estendidas... Olham ao lado e uma menina está pensativa. Obs.: Cada um tem algo em si que identifica seu apelido ou nome).

CRÂNIO: oh Lili, quê que houve?
LILI: Oi... Crânio, Sonho, Bolão... Meninas?!
MAGALI: Ela brigou com você?
SONHO: Colocou de castigo?
LILI: Não... Não é por isso que estou chateada...
MIRIAN: Então conta né?
BOLÃO: É sim, conta logo que está deixando a gente bolado. Uhm, falou em bolo, me bateu uma fome... Quer um pedaço?!
LILI: Não é nada assim de mal e sim de bem...
MOLECA: O barato dela que ela não sabe ainda o que dar de presente para a mãe dela...
CRÂNIO: Poxa não sabia que era anoversário dela...
BOLÃO: Poxa vai ter docinhos é?
MAGALI: Uhm... Eu adoro festas de anoversário.
LILI: Mas não é de aniversário... É de dia das mães!
TODOS: Dia das mães?!
BOLÃO: E agora o que eu faço? Pensar me dá fome e acabou meu lanchinho...
CRÂNIO: Temos que pensar em grupo e achamos uma solução...
SONHO: Eu tinha esquecido de verdade...
MIRIAM: Também vive dormindo...
MOLECA: A gente podia fazer um cartaz bem grande...
LILI: Feito coração...
CRÂNIO: Tsc... Fizemos isso no ano passado, lembram?
SONHO: Vamos fazer uma vaquinha e levar as mães no teatro?!
CRÂNIO: Seria uma boa idéia, mas não tem nenhuma peça na cidade ainda pronta...
LILI: Mas...
MAGALI: Mas...
MOLECA: Mas...
CRÂNIO: Captei... Uma grande idéia... Uma gostosa idéia...
BOLÃO: Gostosa? Tem bolo já sei... Uhm estou dentro...
CRÂNIO: (começa a pular gritando) Yes, Yes... Pra quem vive no mundo da lua até que você teve uma grande idéia Sonho. Venham...
(formam um circulo onde só se ouvem barulhos).Entenderam?!
(Saem fazendo um pastelão do sim e do não, Bolão sai pensativo, não fala nada, só pensa...).
(Iniciam uma correria para todos os lados, caixas de papelão, cartazes demonstrativos são preparados sob uma música circense: LUA, CÉU, ESTRELAS, SEREIA, PEIXES, BARQUINHOS, CASA, PUDIM, SEMENTES, FADA. BRUXA, VASSOURA, CHALEIRA, MESA, CADEIRAS, MENINO, MENINA, BARCO, MAR, CARRO, JANELA, DOCES, BOLOS, PASTEL DE VENTO, LIVRO DE RECEITAS, TERRA, SEMENTES, BROTOS, ÁRVORES, FLORES, LENÇÓL, VARAL, ROUPAS).
CRÂNIO: Agora está tudo pronto...
LILI: Temos que improvisar o pano do palco...
(Usam o varal estendendo um lençol ou tecido)
MOLECA: Um... Dois...
BOLÃO: Feijão com arroz... já está na hora do almoço?
MIRIAM: Não estraga Bolão...
BOLÃO: Eu estava só brincando...
MOLECA: Agora valendo?! (todos confirmam).
SONHO: Um...
CRÂNIO: Dois...
LILI: Três...
BOLÃO: Atenção mamães do mundo todo...
MIRIAM: Vai já começar... Quem vai começar?!
SONHO: ‘SE A LUA FOSSE MÃE?’
LILI: SERIA MÃE DAS ESTRELAS...
CRÂNIO: O CÉU SERIA ENTÃO SUA CASA...
MOLECA: CASA DAS STRELAS MAIS BELAS!
MAGALI: E SE A SEREIA FOSSE MÃE?
BOLÃO: SERIA MÃE DOS PEIXINHOS...
CRÂNIO: O MAR SERIA UM JARDIM...
MIRIAM: E OS BARCOS SEUS CAMINHOS!
SONHO: E SE A CASA FOSSE MÃE?
MOLECA: SERIA MÃE DAS JANELAS?
LILI: CONVERSARIA COM A LUA...
MAGALI: SOBRE AS CRIANÇAS ESTRELAS.
BOLÃO: FALARIA DE RECEITAS...
CRÂNIO: QUINDINS?
LILI: PASTEL DE VENTO?
MIRIAM: DOCES E BRIGADEIROS...
SONHO: EMPRESTARIA A COZINHA PARA A LUA FAZER
PUDINS OU NUVENS DE ALGODÃO...
BOLÃO: DOCE... ALGODÃO DOCE...
CRÂNIO: SE A TERRA FOSSE MÃE?!
MOLECA: SERIA A MÃE DAS SEMENTES...
LILI: SERIA TAMBÉM MÃE DOS BROTOS E DAS ÁRVORES.
MAGALI: POIS MÃE É TUDO QUE DÁ VIDA E QUE ABRAÇA...
BOLÃO: ACHA GRAÇA...
CRÂNIO: E AMA A GENTE.
SONHO: E PESSOAL? SE A MÃE FOSSE UMA FADA?
MIRIAM: SERIA UMA MÃE BEM LEGAL...
MOLECA: SERIA A MÃE DA ALEGRIA...
MAGALI: EU ACHO QUE TODA MÃE É UM MEIO POUCO FADA...
LILI: NOSSA MÃE... FADA SERIA?
CRÂNIO: E SE UMA BRUXA FOSSE MÃE?
BOLÃO: ENGORDARIA MEUS DEDINHOS PARA FAZER
QUEIJADINHA?
SONHO: QUE NADA SERIA A MÃE DAS VASSOURAS...
MOLECA: DA FAMÍLIA VASSOURADA!
MIRIAM: SE A CHALEIRA FOSSE MÃE?!
MAGALI: SERIA A MÃE DA ÁGUA FERVIDA!
LILI: FARIA MUITO CHIMARRÃO E CHÁ PRÁ GENTE.
CRÂNIO: FARIA MUITOS REMÉDIOS PARA CURAR AS
DOENÇAS DA VIDA.
BOLÃO: E SE A MESA FOSSE MÃE?
SONHO: AS CADEIRAS SENDO FILHAS SENTARIAM
COMPORTADAS.
MOLECA: TERIAM ENTÃO BOAS MANEIRAS...
BOLÃO: E A MESA ESTARIA SEMPRE CHEIA E FARTA... UHM.
MIRIAM: CADA MÃE É DIFERENTE!
SONHO: ANDANDO DE CARRO, BICICLETA, VASSOURA OU
BUZÃO... (Quem estiver na vassoura ri como uma bruxa).
OPS DESCULPEM...
CRÂNIO: TEM MÃE VERDADEIRA E MÃE ADOTIVA,
MÃE POSTIÇA...
LILI: MÃE AVÓ... MÃE TITIA...
MAGALI: COM VÁRIOS NOMES:
SONHO: MARIA, FILÓ OU FRANCISCA.
MOLECA: GERTRUDES, CÉLIA, CRISTIANE OU ALICE.
MIRIAM: FABIANA, MARISTELA, MALVINA OU ISABELLA...
BOLÃO: VIRAM? TODA MÃE É COMO EU DISSE!
CRÂNIO: NOSSA MÃE À S VEZES RALHA
LILI: FICA BRAVA COM NOSSAS ARTES...
MOLECA: ÀS VEZES ATÉ PASSA A VARA! AI UI...
SONHO: MAS FAZ CAFUNÉ, PEGA NO COLO E BEIJA... UHM...
MAGALI: ERRA, ACERTA, ARRUMA A MESA.
BOLÃO: COZINHA, ESCREVE E TRABALHA FORA...
MIRIAM: RI, ESQUECE, LEMBRA E CHORA...
MOLECA: TRAZ REMÉDIO...
BOLÃO: FAZ COMIDA E SOBREMESA...
CRÂNIO: TEM ATÉ PAI QUE É BEM ‘TIPO MÃE’...
TODOS: ESSA MÃE ENTÃO É UMA BELEZA!
(Fazem um asterisco e saem um a um...)
(os dois últimos abrem uma faixa que antes estava enrolada onde se lê)

“SER MÃE É EXERCER A MAIOR DE TODAS AS ARTES...
SER MÃE... TAÍ UMA FILOSOFIA DE VIDA!”
Teatro Oficina de Balsa Nova
Núcleo Casa da Criança
APMI- Balsa Nova- Pr.

(Uma música com o tema mãe se faz ouvir enquanto provavelmente acontecem os aplausos, ela a mãe entra e apanha o Bolão pelas orelhas)...

MÃE: VEJA JÁ AQUI GURIZINHO...
BOLÃO: MAS MÃE...
MÃE: MAS MÃE NADA... OLHA SÓ O QUE FEZ COM MINHA ROUPA QUE ESTAVA PENDURADA E LIMPINHA...
ALGUÉM: MÃE É ASSIM MESMO SÓ MUDA O ENDEREÇO, DE RESTO É TUDINHO IGUAL...





(Este texto foi apresentado no passado pelo grupo Lossa Quebrada e neste corrente ano com o núcleo de crianças da Casa da Criança do projeto da Associação de Proteção à Mulher e à Infância ao qual eu sou oficineiro de teatro, um trabalho que me deixa dignificado e honrado em fazer minha pequena parte).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que achou do texto se foi doseu agrado e ofereça sugestões... Obrigado.