domingo, 27 de setembro de 2009

vento de ilusão


poetha Abilio Machado.
O vento embala seus cabelosNo passar de suas pernasPra lá e pra cá...Dança numa provocaçãoEu relutoFinjo não olharSou tragado e viajoImagino...Nós: braços e pernasMisturados!As palavra soltas,O sussurro e a línguaConturbados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que achou do texto se foi doseu agrado e ofereça sugestões... Obrigado.