sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Amor... Verdadeiro...

Amor... Verdadeiro...






É um nascer, um morrer,

Este mostrado em livro sagrado

E ainda assim nos mantemos perdidos

Abandonados

Fechamo-nos.

No tudo e em todos.



Dia a dia, vivendo sob a música de Maria.

Amar é sempre bom

O simples fato de sentir

Amor verdadeiro

Está em mim

Está com você!



O choro que escorre pelos dedos

O lamurio das contendas

Meu coração é teu

Minha vida é tua...



Eu... Olho aos lados

A voz que me chega

O sacerdote fala em perdão, em entregar-se

Fazer o bem. Fazer como o Cristo fez

Oferecer-se...



Mas como é difícil?!

Ele perdoou e eu não consigo

Nem mesmo entender...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente o que achou do texto se foi doseu agrado e ofereça sugestões... Obrigado.